quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Guardava-me!

Soubesse eu, o que sei hoje e teria-me guardado somente para ti.

Guardava o primeiro beijo, o primeiro abraço, o primeiro toque... e a flor da paixão!

Soubesse eu, o que hoje sei e...

Guardava o amor (tão puro como hoje te entrego)...

(e perdoe-me alguém se disse que amava...menti!)

Tal forma de expressão ainda, tão docemente jamais alcançada, é hoje de tão grande forma atingida que a ela estou reduzida.

Perdoa-me se não me guardei, não sabia o que fazia!

Espero mesmo sabendo que nesta vida jamais serás meu!

6 comentários:

Intermitências de Ecos disse...

"Espero mesmo sabendo que nesta vida jamais serás meu!"

Admiro a tua certeza incerta.

Tens tanto para dar :)

disse...

Nunca sabemos guardar as coisas mais preciosas que temos para as pessoas que realmente valem a pena...

Mas quem são essas pessoas?
Na minha opinião são as que estão na nossa vida agora. A verdade é que nunca sabemos que não amávamos verdadeiramente, até encontrarmos alguém que amamos ainda mais que a anterior!
Não nos devemos arrepender de entregar algo de nós a alguém, isto porque se entregámos é porque nessa altura algo em nós o quiz...e eu não nego a vontade do meu coração...

disse...

Nem te deves imaginar, ou querer ser diferente...Os sentimentos não são para se controlar, e é isso que é belo neles, quando te aperceberes disso e deixares-te ir por eles e deixa-los fluir, vais ver que serás muito feliz...Não guardes palavras ou sentimentos só porque achas que algumas pessoas não os merecem, se todos pensassemos assim!?...Naquela altura sentiste-te assim,mesmo que depois descobriste que existe algo ainda maior do que aquele sentimento, libertaste-o, e isso é que é importante...Os sentimentos não se esgotam, nem tu perdes algo de ti por partilha-los, ou por não dares exclusividade deles a apenas alguém...
Mas entendo, não deixa de ser especial dizer ou fazer algo com alguém pela primeira vez!

Mas eu acredito que o que quer que digas ou entregues a alguém, é sempre único! o sentimento ou é mais forte ou profundo ou mais especial, significa sempre algo diferentemente único...não te martirizes! =)

desculpa o comentário enorme! x)

Prisioneira de Sonhos disse...

ei rapariga... belo comment... adoro!!!

Intermitências de Ecos disse...

Convidei-te para o outro blogue recente através da tua conta Gmail... não sei se já consegues aceder.. :s

Prisioneira de Sonhos disse...

já lé estou...

tks muito bom...

como sempre.


***

:)