terça-feira, 13 de janeiro de 2009

ILUSAO OU NAO, QUERO!!!!

O volume do nosso silêncio é cada vez maior!


Diria ensurdecedor.

Já não vivo, já não absorvo, na noite dominam-me os sonhos nos quais insistes em participar. Nem neles me abandonas. Esquecer-te! Seria a melhor (talvez a única) solução. Mas, não consigo! Confesso que tento mas, quanto mais tento mais em ti penso. Ai fogo posto em meu caminho, tentação audaz e preenchedora.... como te resisto como te debato se nem das minhas palavras foges... se nem das minhas palavras reclamas... se simplesmente sorris (lindo sorriso) e dizes que não te deixe de falar.

O que entendo eu de ti? Nada!

O que quero eu de ti? Tão pouco!

E o que quero eu de ti afinal?! Que faças parte da minha vida mesmo que seja uma simples, mera, falsa, degradante, ILUSÃO!

P.S. beijava-te ensandecidamente... queria te agarrar com força... olhar-te a noite toda ate adormecer (sabia tão bem)...

5 comentários:

disse...

Sim compreendo...
É bastante bom ter estas histórias, poder dizer que alguém quando eramos novos, nos amou, inocentemente, querendo mesmo apenas o nosso bem...
É horrivel então perceber que desperdiçámos isso... não é que a pessoa que está contigo agora te ame de outra forma, apenas não é igual!

Eu espero um futuro maior, mas o que se pode fazer, quando percebemos que a chance do futuro maior que queriamos ficou encerrada no passado?

Prisioneira de Sonhos disse...

nem sempre o futuro se sabe nem o passado se encerra...

acredita nisso linda!!!

*

Intermitências de Ecos disse...

Cada texto teu é uma flecha certeira em minha vida!

Nessas alturas, apetece-me abraçar-te, lol

:) ***

Prisioneira de Sonhos disse...

:P ... o teu ultimo texto "matou-me" estilo dejá vu de palavras jamais ditas!

Escreve adoro!!!!

***

Intermitências de Ecos disse...

Nós as três temos muito que contar, eheh!

:) ****